Sermão de Natal

Sermão de Natal proferido pelo Reverendo Padre Rodrigo da Silva na Capela Conventual do Seminário São José, Atibaia, 25 de dezembro de 2019.





Segundo São Tomás de Aquino, as três Missas de Natal recordam a tripla geração de Jesus Cristo: a geração como Filho de Deus Pai desde toda a eternidade; a geração no seio puríssimo da Santíssima Virgem Maria, quando o Verbo de Deus assumiu a nossa natureza humana; e a geração de Jesus em nossas almas, isto é, pela obra de regeneração e santificação que ele veio operar em nós a partir do mistério de sua Encarnação.


É deste sublime mistério que fala o princípio do Evangelho segundo São João, lido nesta terceira Missa de Natal, o qual também se reza praticamente no final de todas as Missas do ano, como o segundo Evangelho. Eis uma confissão da divindade de Nosso Senhor Jesus Cristo (primeira geração); eis o anúncio de sua descida do Céu para nos salvar (segunda geração); eis, enfim, a declaração de que o Verbo de Deus encarnado veio fazer filhos de Deus àqueles que crerem em seu Nome, comunicando-lhes a verdade e a vida, guiando-lhes com toda segurança para a vida bem-aventurada (terceira geração). É impressionante, porém, que mesmo tendo Ele vindo para iluminar o mundo com a verdade, este não o quis receber. Infelizmente, o mundo fecha as portas para Deus. E quanto a nós que recebemos o testemunho da verdade? Lembremos que esta terceira geração de Cristo em nós depende muito da nossa reta intenção de recebê-lo, não importam as mudanças concretas que tenhamos que fazer, seja na emenda de nossas faltas, seja no esforço para servi-lo mais e melhor a cada ano como nosso Rei e Senhor. Não caíamos nos erros dos modernistas e liberais que procuram uma conciliação impossível entre o mundo incrédulo e os fiéis, mas sejamos católicos simples e realmente, não de nome, mas de obras generosas que façam brilhar em meio as trevas do mundo a luz de Cristo.


Louvado seja Nosso Senhor Jesus Cristo!